loading please wait..

TJ/ RJ confirma novo concurso para técnico e analista

A presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), desembargadora Leila Mariano, confirmou à FOLHA DIRIGIDA que o órgão já programa a abertura de novo concurso para técnico e analista judiciários, cargos dos níveis médio e superior, respectivamente. “A intenção é divulgar um novo edital para que a próxima administração tenha um cadastro de reserva para poder trabalhar. Ainda não temos data exata para a divugação, mas a intenção é que ela ocorra logo após o término de validade do concurso atual. A intenção é contemplar os cargos de técnico e analista com e sem especialidade. O número de vagas ainda não foi definido, pois ainda irei convocar mais aprovados do cadastro da atual seleção. No momento estamos pensando apenas no edital”, afirmou a presidente do TJ-RJ.

O atual concurso, realizado em 2012, tem validade até 18 de maio para técnico (nível médio) e analista sem especialidade (superior em qualquer área) e até 6 de junho para analista com especialidade (superior em áreas específicas). Como a intenção da presidente é divulgar o edital logo após esse período, a orientação de especialistas em concursos é para que os interessados já iniciem logo a preparação, pois quanto antes começarem os estudos, maiores as chances de conseguir a aprovação e uma boa colocação. A Assessoria de Impresa do TJ-RJ, no início de março, já havia informado à FOLHA DIRIGIDA que era interesse da presidente Leila Mariano abrir um novo concurso para a área de apoio, porém agora, com a confirmação oficial por parte da desembargadora, é fundamental que os futuros candidatos já elaborem seus planos de estudo.

Muitas convocações - Apesar de ainda não ter sido definido o número de vagas, o TJ-RJ costuma convocar muitos aprovados em seus concursos. Segundo a Assessoria de Imprensa do tribunal, da última seleção, em 2012, com oferta de 284 vagas, já foram chamados 1.042 pessoas, sendo 651 técnicos e 391 analistas. Já na seleção de 2008, foram oferecidas 138 vagas, mas 2.707 aprovados (1.717 técnicos e 990 analistas) foram chamados. Além do grande número de convocações, a remuneração e os benefícios são outros atrativos da seleção. Atualmente, o técnico recebe R$4.222,13, e o analista, R$6.498,26, valores já somados aos R$704 de vale-refeição.

Além disso, o servidor, que tem seu contrato regido pelo regime estatutário (garantia de estabilidade), recebe benefícios como planos de saúde e dentário, e auxílios-transporte e creche. Na última seleção em 2012, os candidatos na primeira etapa do concurso foram avaliados por meio de provas objetivas, sendo de 70 questões para analistas com especialidade, e com 90 questões para técnicos e analistas sem especialidade. Além disso, os candidatos a analista com especialidade foram submetidos a um teste discursivo com duas questões de conhecimentos teóricos específicos. A prova objetiva dos candidatos a técnico e analista sem especialidade constou de 35 questões do Grupo I (cinco de Informática e 30 de Português), 40 do II (cinco de Direito Administrativo, cinco de Direito Constitucional, 15 de Direito Processual Civil e 15 de Direito Processual Penal) e 15 do III (Legislação).

(Informações da Folha Dirigida, de 09/04/2014)

Vale lembrar que no último concurso, em 2012, a banca organizadora foi a FCC e a prova continha uma questão discursiva de estudo de caso. Além disso, tem sido cada vez mais recorrente a aplicação de questões discursivas (redação) nos concursos para tribunais tanto para os cargos técnicos quanto para os de analista. E ainda, é a nota da redação a responsável por alavancar a classificação final.

Aproveite a notícia e antecipe seus estudos, principalmente da redação!

Conheça nossos planos de estudo aqui.

Publicado em 11 de abril de 2014 na categoria Concursos, FCC

Gostou? Que tal compartilhar!

Autor:

Professora Mariana Santana Marins, formada em Letras pela Universidade Estadual de Londrina e Especialista em Língua Portuguesa, pela mesma universidade. Já trabalhou dando aulas de português e redação para ensino fundamental e médio. Atualmente se dedica em aulas de português para o ensino superior e gramática em preparatórios para concursos públicos. Além disso, trabalha com aulas particulares de português e redação, com revisão e formatação de livros e trabalhos acadêmicos em geral.

Diga-nos o que achou desta publicação?

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>